Golden

Retriever 

Golden

Retriever

1º cuidados Golden Retriever

1º cuidados Golden Retriever

 

Guia da raça Golden Retriever

Guia filhote Golden Retriever

Chegando em casa

 Golden Retriever

 

 Golden Retriever •Filhotes chegando em casa

O Golden Retriever é um cão sociável, considera todos os humanos da família como sendo sua "matilha", por isso gosta de estar sempre por perto fazendo e recebendo companhia humana. No início ele pode sentir -se  solitário e com medo deste ambiente novo, com pessoas desconhecidas que o cercam. Porém em sua nova casa  ainda que a separação da mãe seja traumática, por ser um cão gregário e amante das pessoas, rapidamente se adapta em seu novo lar.

Acaricie seu filhote constantemente e estimule que todos da família também o façam, ele precisa de carinho e atenção para aliviar o stress da separação de sua família canina e também da nossa, que cuidou dele desde o nascimento, com quem conviveu até ir para sua nova casa.

 

Se perceber que ele está com medo, aproxime-se lentamente, se abaixe, posicione a palma da mão voltada para cima, para que ele não se sinta ameaçado, chame por ele e espere que ele se aproxime para acarinha-lo. Pode oferecer um petisco ou um brinquedo para despertar a curiosidade do seu bebê. Assim que ele chegar perto parabenize pela sua coragem acariciando e elogiando seu bebê.

Fale em tom carinhoso e voz baixa. Ainda não é hora de treiná-lo em coisa alguma. Isso pode esperar para as próximas semanas, agora é hora de conhecer o ambiente e nessa fase de adaptação todos precisam ser tolerantes e pacientes com eventuais travessuras ou acidentes. Nesses primeiros dias você precisa apenas estabelecer um bom e duradouro relacionamento com o filhote, criando uma atmosfera de afeto e encorajamento.

 

Prepare um cantinho que seja exclusivo para ele, um lugar próximo as pessoas da casa é o ideal, assim ele fica seguro e não se sente solitário. Se o colocar em um lugar sozinho prepare-se pois a possibilidade de ele chorar e não deixar ninguém dormir a noite é imensa. Um rádio ligado com uma música suave, acalma, relaxa, e o deixa seguro, servindo também como "companhia" quando fica sozinho.

Agora ele está em casa, você precisa torná-la a prova de filhotes curiosos. Isso significa tirar do caminho tudo que possa machucá-lo como fios elétricos, tampas e tomadas. Levantar potes com plantas venenosas, guardar produtos de limpeza e líquidos potencialmente venenosos ou prejudiciais. O mesmo vale para venenos de formiga, barata e ratos, certos adubos ou tintas, cal ou cimento se ingeridos podem ser fatais. Tomar cuidado também com o produtos de higienização, pois muitos causam alergias. Se você possui piscina ou lago, o ideal é cercar ou esvaziar, Goldens adoram água, e por esta razão, podem se afogar se não tiverem como sair. Sempre que ele tiver um problema, consulte um veterinário, ou contate o criador, muitos remédios e alimentos humanos não se aplicam aos cães, podendo piorar seu estado.

 

Por exemplo, um grande erro é oferecer leite de vaca:

 

- Aos Filhotes: O leite de vaca possui alto conteúdo de lactose e pequenas quantidades de gordura e proteína, filhotes de cão e gato alimentados apenas com leite de vaca podem apresentar diarréia, flatulência e desnutrição severa, o que pode levar o animal ao óbito, a ter um crescimento prejudicado ou sérios problemas de saúde;

 

-Aos Adultos: cães e gatos adultos, assim como todos os outros mamíferos adultos, produzem pequenas quantidades da enzima que digere a lactose e podem apresentar episódios de diarréia por causa do consumo de leite de vaca.

 

Dependendo da quantidade e frequência que esse leite for oferecido, os pets podem ainda desenvolver problemas digestivos leves a severos, prejudiciais à sua saúde também.

 

Portanto para cães, filhotes e adultos, a melhor recomendação é o não fornecimento de leite, e o uso de um alimento completo.

Apesar de muitos medicamentos conterem o mesmo princípio ativo, como por exemplo, uma cefalexina, a medicação de uso veterinário já vem com as especificações nas dosagens corretas. Para as de uso humano, é necessário que o veterinário faça a conversão para o uso equivalente, de acordo com o peso do cão, caso contrário, podem levar à morte por intoxicação se a dose for maior do que a ideal. A automedicação pode mascarar possíveis sintomas de uma doença, ou causar efeitos colaterais sérios que também podem levar à morte

Outro risco da automedicação é a subdosagem. Ou seja, com medo da intoxicação, o dono dá uma quantidade menor do que o necessário. Na melhor das hipóteses o remédio simplesmente não causa efeito algum, mas na pior, ele faz com que a bactéria, por exemplo, que está no organismo, não seja combatida ou fique mais forte e aumente a infecção.

 

Alguns exemplos: MEDICAMENTOS

PROIBIDOS PARA CÃES: -

Diclofenaco de potássio(Cataflan®)

-Diclofenaco sódico (Voltaren®)

e a grande maioria dos

anti- inflamatórios de uso humano.

- Piridium®.

 

MEDICAMENTOS DE USO RESTRITO

EM CÃES: - Ivermectina (Ivermec®,

Vermectil®, Ivomec® entre outros)  A ivermectina tem amplo uso em cães, mas as raças Collie, Border Collie, Pastor de Shetland,Sheepdog, Bearded Collie, Pastor Australian e todos os seus cruzamentos são intolerantes ao seu princípio, apresentando sérias alterações neurológicas. .

 

Estes exemplos ilustram que oferecer algo inapropriado ao seu amigo pode fazer muito mal, ou piorar o estado clínico de um cão que já esteja debilitado.

 

Tenha cautela ao sair de casa, agora você tem um filhotinho e os filhotes adoram ficar em toquinhas, locais escuros e apertadinhos. Um ótimo local para isso é embaixo do seu carro, em especial bem atrás das rodas. Sempre confira se ele está por lá antes de arrancar. Antes de sair de casa também se certifique que ele está longe, caso contrário ele pode sair em disparada para a rua, sem saber o risco que corre se for para a rua movimentada onde circulam carros.

Lembre-se que um cão descobre o mundo pelo olfato, este sentido aos caninos é equivalente a nossa visão. Por mais que ele o ame, ele ainda é um filhote, cheio de curiosidades pelo mundo, onde os odores o atraem e desafiam.

 

Cuidado ao apresentá-lo a cães mais velhos, os filhotes são muito expansivos, e algum adultos não toleram que invadam tão rapidamente o seu espaço.

 

Quando um cão mais velho dá um chega pra lá em um filhote, está ensinando que ele está passando dos limites. Na linguagem canina não tem bronquinha, quando eles querem ensinar, fazem com que o recado seja bem dado. Na didática canina a mãe recompensa os bons hábitos de seus filhotes com uma terna lambida, e os repreende com uma poderosa rosnada.

 

Em muitas situações os mais velhos podem passar uma imagem agressiva diante do filhote, quando na verdade estão somente os educando na sua linguagem. Mas em todo o caso é necessário supervisionar para evitar acidentes pois as feridas por mordidas de cachorros devem ser consideradas feridas sujas, contaminadas, pelo que o tratamento compreenderá a limpeza da ferida, uso de antibióticos e avaliação de risco, pois nos primeiros dias em casa o filhote ainda tem a imunidade baixa, compatível com sua idade.

 

Lembre que ele ainda é um bebê e ainda não conhece uma série de riscos, pela idade ainda não tem as habilidades para sair de certas situações.

 

Tomar cuidados com possíveis acidentes não quer dizer resolver todos os problemas, deixe que seu filhote socialize com outros cães e pessoas, explore todos os cheiros e novos lugares. Deixe que ele aprenda a resolver os perrengues que aparecem. Sair de uma situação difícil, explorar coisas e lugares fazem parte do aprendizado.

 

Até seu ultimo dia no Canil Golden Curitiba, recebeu alimentação balanceada, e de acordo com sua idade. O ideal é que ele continue recebendo a mesma dieta alimentar.

 

A marca de ração usada para alimenta-lo é a Proplan Filhotes,  caso você troque a marca, essa troca deve ser feita de forma gradual para não ocasionar uma gastroenterite.

 

Se optar por oferecer uma marca de ração, diferente da usual. A troca deve ser feita gradativamente em 7 dias, sendo no primeiro dia 60% a mesma consumida no canil (Proplan entregue junto com ofilhote) e 40% da nova, e assim sucessivamente até que no no 7ºdia esteja 100% da nova ração.

Ao chegar em seu lar não ofereça comida de gente, como exemplificado acima, alguns alimentos fazem muito mal a saúde do cão, uma alimentação inadequada pode causar sérios riscos a um filhote. Providencie um bom probiótico para ajudar a reestabelecer a flora intestinal nesse período de adaptação. A alimentação deve ser dividida de 2 a 4 vezes por dia nos mesmos horários. Lembre que seu estômago é pequeno, ele se satisfaz com pequenas quantidades, por isso, divida em porções, oferecidas ao longo do dia. Ofereça, espere 20 minutos, o que sobrar no pote recolha, e só ofereça novamente no horário da próxima refeição. 

Isso imprime disciplina, ajuda no adestramento comportamental e fisiológico.

Dois potes com base larga de serão usados para oferecer ração e água fresca. Esses potes devem ser pesados para não virarem a

comida e a água, de preferência de cerâmica, os potes leves, viram brinquedos e coisas para roer, os pesados servem para evitar esses comportamentos. Os filhotes ficam preguiçosos depois das refeições, muitas vezes a preguiça é tão forte que eles vão se aninhando dentro da vasilha de ração, escolher um modelo com uma protuberância no centro, não deixa espaço para ele deitar dentro, impedindo que durma em cima do alimento.  Mantenha o pote da água um pouco distante da ração, a ração quando úmida fermenta e pode não cair bem no estômago do seu amiguinho.

Alguns Goldens são bom garfo, para os mais afoitos nas refeições, existem potes com várias protuberâncias, que impedem que o cão coma de forma afoita, saboreando a refeição de forma mais lenta, comer muito rápido, principalmente em grande quantidade, pode ocasionar torção gástrica, esse mal pode levar um cão ao óbito em questão de poucas horas, nesses casos também avalie se a quantidade por porção não está sendo pouca. Outros Goldens são lights, se saciam com pouca comida, nesse caso o ideal é dar uma variada no cardápio e incluir algo que seja mais apetitoso, para estimular que se alimente melhor. Uma ótima opção são as rações em pasta, a Purina tem várias opções facilmente encontradas nos mercados como as Dog Chow e algumas receiatas específicas encontradas em clinicas veterinárias ou em lojas especializadas como Proplan Veterinary Diets para cães, essas receitas são super palataveis, eles não conseguem resistir te tão gostoso.  

 

O dormitório pode ser uma caminha de tecido ou casinha de madeira forrada com um edredom, lembrando que os cães, principalmente os filhotes gostam de ficar em tocas, por isso adquira uma proporcional ao tamanho atual dele. Caso contrário você verá sua fruteira de chão ou o pote de ração dele virar a cama.

 

Com o passar do tempo cada vez mais eles vão gostando de espaço e conforto, mantenha a cama dele sempre higienizada. É por isso que eles gostam tanto da nossa cama que está sempre limpinha e com a essência do nosso cheiro.

Sempre que ele dormir fora do local apropriado, o leve para deitar na cama dele, os Goldens tem certa dificuldade em dormir em cima de algo, por ser uma raça originária do frio sentem bastante calor em nosso clima tropical, pois isso, gostam de deitar direto no piso gelado.